Tele Vendas: (11) 99136-5242

História Bolachas de Chopp

Bolacha de Chopp Antiga
História Bolachas de Chopp

História Bolachas de Chopp

 

História Bolachas de Chopp

Ligue Agora : (11 ) 5083-3930
contato@portacopos.com.br

Os porta-copos, mais comumente conhecidos como bolachas de chope (ou chopp, um termo já em desuso, derivado da palavra alemã Schoppen, que indicava canecos de aproximadamente meio litro), são hoje extremamente comuns e utilizados em diversos bares e afins.

Bolacha de Chopp Antiga

Bolacha de Chopp Antiga

A história de sua confecção, porém, remonta às duas últimas décadas do século XIX, no município alemão de Weisenbach.

O objetivo inicial era evitar que a bebida se esparramasse por toda a mesa, afinal, os canecos servidos à época eram grandes e a tradição alemã sempre foi veemente quanto ao consumo de cerveja. Para tal, as primeiras bolachas de chope eram grossas – os registros mais remotos indicam até 4mm de espessura –, feitas de maneira artesanal e tinham finalidade prática.

 

Pouco mais de uma década depois, ainda no século XIX, o alemão Robert Sputh, atento à demanda do mercado, patenteou a ideia e iniciou a produção padronizada dos porta-copos – esses que são conhecidos na Alemanha, dentre outras variáveis, como Bierdeckel.

 

Já na virada do século, em 1900, as bolachas de chope passaram a ser vistas como uma possível estratégia publicitária, no que passaram a ser estampadas com o nome e logo das cervejarias.

Seguindo essa tendência, três anos após a publicidade enxergar nos porta-copos uma boa possibilidade de divulgação das marcas, Casimir Otto Katz criou uma indústria a fim de confeccionar as bolachas em grande escala. O negócio deu tão certo que o pioneiro Katz Group existe até hoje, produzindo milhares de bolachas de chope por ano.

No Brasil, foram as cervejarias Antarctica e Brahma as responsáveis por introduzir o negócio lucrativo das bolachas de chope no mercado, lá na década de 60.

Hoje, a ideia pegou em todo o mundo e se mostrou uma eficiente ferramenta publicitária: além do padrão de 9cm de diâmetro por 1,5mm de espessura, existem diversos formatos inusitados e inúmeras cervejarias artesanais apostam em formas diferenciadas de firmar sua marca no imaginário do consumidor.

Além da finalidade prática das bolachas de chope, também é possível colecioná-las e tê-las como lembrança da visita feita a um bar específico ou de um dia marcante. Não à toa, dado o sucesso da invenção, encontram-se porta-copos com estampas bem peculiares, como de vinis, e diversas que englobam a cultura Geek e Nerd, como as de super-heróis.

botao_comprar

 

 

Colecionadores Bolacha de Chopp Personalizada

Colecionadores Bolacha de Chopp Personalizada

 

Colecionadores de Bolacha de chopp

Quando o assunto é chopp e cerveja, o que não faltam são curiosidades interessantes, principalmente quando o tema são os colecionadores. Sendo assim, existem aqueles que colecionam latinhas de cerveja, já outros colecionam abridores e, por outro lado, há também aqueles que colecionam copos.

No entanto, é válido lembrar também que existem os tegestologistas. Sim, tegestologistas é como são chamados aqueles que possuem o hobby de colecionar as famosas bolachas de chopp.

Não é de se surpreender que existam colecionadores desses materiais, pois hoje em dia existem vários tipos de bolachas de chopp, com formatos específicos, cores apropriadas e temáticas próprias, o que torna a tegestologia um hobby mesmo muito fascinante e também divertido.

Na Alemanha, que foi o primeiro país a utilizar as bolachas de chopp ainda no século XIX, existem até associações destinadas para aqueles que são adeptos desse hobby. Nas terras germânicas os colecionadores desse tipo de artefato são conhecidos como bierdeckel.

Tegestologia em solo brasileiro

No Brasil as bolachas de chopp foram aparecer apenas na segunda metade do século passado, mais especificamente durante os anos 60, quando a Antarctica e a Brahma produziram esse tipo de material.

Hoje em dia as bolachas de chopp já contam com uma ampla diversidade e podem ser utilizadas especialmente como material publicitário, estampando logotipos, marcas e ilustrações referentes a alguma empresa.

No Brasil um dos maiores colecionadores não apenas de bolachas de chopp, mas também de vários itens relacionados ao universo da cerveja, é Carlos Alberto Tavares Coutinho .

O colecionismo é mesmo algo muito fascinante, pois demonstra que não há limites para a variedade de produtos e materiais que as pessoas podem encontrar. No caso das bolachas de chopp, a quantidade é realmente muito grande, pois são produtos que comportam os mais diversos tipos de ilustrações.

Sendo assim, além do conteúdo brasileiro, é possível se deparar com bolachas de chopp referentes a times de futebol, carros, entre outros temas. Tudo bastante variado e que, na maioria das vezes, não perdem em nada como um objeto dotado de valor artístico. A criatividade para a confecção de bolachas de chopp realmente não possui limites.

Porta-Copo

Porta Copos Personalizados

Descanso de Copo

Apoio de Copos

História Bolachas de Chopp

Colecionadores de Bolacha de chopp

BolachadeChopp.Net

View more posts from this author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *